segunda-feira, 13 de maio de 2013

Painting & Poetry XV

Edvard Munch


«Você não está mais na idade 
de sofrer por essas coisas.» 

Há então a idade de sofrer 
e a de não sofrer mais 
por essas, essas coisas? 

As coisas só deviam acontecer 
para fazer sofrer 
na idade própria de sofrer? 

Ou não se devia sofrer 
pelas coisas que causam sofrimento 
pois vieram fora de hora, e a hora é calma? 

E se não estou mais na idade de sofrer 
é porque estou morto, e morto 
é a idade de não sentir as coisas, essas coisas? 

Carlos Drummond de Andrade

2 comentários:

Dri disse...

Adorei este poema. Ainda ontem à noite, quando via as estrelas no céu, coisa mais linda, dizia para comigo: és doida, tens 34 anos e andas aqui a choramingar como se tivesses 18...é triste, não deviamos sofrer por coisas que acontecem fora do tempo!

MisS disse...

Dri, o sofrimento é intrínseco ao ser humano, tenhamos 1, 10 ou 100 anos vamos sempre sofrer. Só temos é de escolher bem o que vale o nosso sofrimento e o que merece ficar marcado na nossa pele como uma cicatriz que lateja mas, que nos relembra que, acima de tudo, vivemos.
Beijinhos*