sábado, 27 de abril de 2013

Não deixe o Amor passar...

sd
 
"Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.

Se os olhares se cruzarem e, neste momento,houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.

Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.

Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente: O Amor.

Por isso, preste atenção nos sinais - não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: O AMOR
."

Carlos Drummond de Andrade


(mas toda a gente me diz para deixar passar...)

6 comentários:

Sílvia disse...

É suposto ser recíproco!
O poema tem que ser sentido da mesma forma pela dois lados!!

Mona disse...

:-)

Anónimo disse...

Tu, Que até nem és má pessoa, vais mesmo deixar que os outros decidam e condicionem a tua vida?

Sílvia disse...

Anónimo/a, ninguém está a decidir por ela. Ela é maior e vacinada tem que tomar as atitudes que entender e depois aguentar as consequências, como qualquer adulto.
Ela apenas ouve quem vê as coisas de fora (que muita das vezes vê melhor e até pode ter mais experiência, que sim, conta muito), e nem falo dos comentadores do blog, como eu, mas das amigas (e amigos) que a conhecem de verdade.

Se você vir um amigo seu a bater com a cabeça na parede várias vezes, sem parar, e souber que lhe está a fazer mal, aconselha-o a parar, ou não?! O que não quer dizer que ele o faça, mas se calhar até seria o melhor!
Atenção que não estou a dizer que é este o caso da Mona, nesta situação eu só posso comentar pelo que leio, e sei que não tenho nada a ver com isso.

Anónimo disse...

Silvia, Tens razão na tua reflexão. Se a vida é dela, as decisões são dela, e não dos amigos nem outro o podem fazer. Assim como viver com as consequências delas, boas ou menos boas. O que já sabe, é que aconteça o que acontecer, os amigos estão do seu lado.

Dri disse...

desculpa Mona, mas não acredito em nada disso, até podem acontecer essas coisas num determinado momento mas mais tarde ou mais cedo tudo acaba por desaparecer e aquele que pensávamos ser o amor da nossa vida é apenas uma grd desilusão.
No entanto acho que devias fazer o que o teu coração mandar mas consciente de que podes sempre sofrer uma desilusão...