terça-feira, 30 de abril de 2013

Máxima e um Momento Máximo...



"Adiós Nonino" de Astor Piazolla,
o tango tocado por Carel Kraayenhof 
no casamento de Máxima Zorreguieta & Guilherme Alexandre,
os novos reis da Holanda a partir de hoje.


02/02/2002
Para quem não sabe este casamento fora permitido após longos debates políticos  mas a presença dos pais de Máxima fora proibida na cerimónia... à excepção dos irmãos.
Para poder casar com Máxima, uma "estrangeira", plebeia, católica e filha de um ex-político da ditadura militar de Jorge Rafael Videla, o Príncipe herdeiro precisou de uma votação no Parlamento holandês (e sim isto aconteceu já no século XXI).
O pai da noiva, Jorge Zorreguieta, integrou o governo argentino como secretário da Agricultura e da Pecuária (1976 - 1983) durante a guerra suja, quando o regime militar sequestrou e matou milhares de pessoas (supostos militantes) cometendo graves crimes e violações dos Direitos Humanos.
A ausência dos seus progenitores deu um toque amargo ao casamento, mas foi de particular emoção e beleza, o momento em que a "Argentina" e o seu pai vieram até si no dia do seu casamento, pela força de uma música... (e que música!)
Emocionada, a noiva chorou ao som deste maravilhoso tango "Adiós Nonino", de Astor Piazzolla (composto em 1959 dias após a morte do pai deste, Vicente “Nonino” Piazzolla, anos mais tarde Piazzolla declarou, ser este o seu tango "número um") pois naquele momento, a agora Rainha, estava a ouvir uma das músicas favoritas do pai ausente... no dia em que é suposto um Pai acompanhar e entregar uma filha... 

Amor é isso, ganhar a guerra! 
(e o resto são conices...)

4 comentários:

Ana ✈ disse...

Quase que parecia o casamento do Alberto do Mónaco (LOL). Gosto da estória de amor destes dois :)

Inês disse...

A música é linda, e associada a este vídeo com esta história...
E também gosto desta história de amor deles.

teardrop disse...

Não conhecia esta parte da história do casamento... O amor é isto!

Dri disse...

que lindo!