quinta-feira, 26 de setembro de 2013

aqui d'el rei







Guimarães e Braga são há muito dois bastiões do Partido Socialista. Quem por cá anda sabe que há corrupção nas duas autarquias, de outra forma não se explica o enriquecimento visível dos autarcas. É limpinho, limpinho. Já foram levadas a cabo investigações que, por inércia do ministério público, por elasticidades da Lei, ou por cumplicidade das autoridades locais, não chegaram a bom porto. O povo, esse vai-se vendendo por um punhado de betão. Infelizmente para muitos um bom político é aquele que ergue a maior parede de cimento, mesmo que essa parede não tenha qualquer utilidade. Não me considero mais inteligente que ninguém, nem tenho a pretensão de dizer às pessoas o que devem fazer ou quem devem votar, isso caberá à consciência de cada um. Acho é que não devemos ser levianos na hora de exercer o nosso direito de voto. 
O socialismo defende, na sua génese a igualdade de oportunidades/meios para todos os indivíduos, com um método igualitário de compensação, olhando para estas infografias, é legítimo questionar onde está a igualdade? Que socialismo é este? É esta a esquerda que temos no nosso país? Bem sei que este comportamento é transversal a todos os partidos, de todas as ideologias mas, o que esperar de uma esquerda que ergue o punho, que enche a boca para falar de igualdade de oportunidades e que, uma vez instalada no poder, faz o oposto do que  prega? 
O actual candidato à CM de Braga pelo PS é arguido num caso de corrupção. Dirão os homens da lei, que um arguido é inocente até prova em contrário. Isso é válido na sala de audiências mas, à mulher de César não basta ser séria, tem de parecer séria e, ter um candidato a uma das maiores autarquias do país, sobre quem pende a suspeita de corrupção não deveria ser aceitável, nem pelos partidos, nem pelo Tribunal Administrativo e tão pouco pelo povo. Mas é-o, porque este é o país que temos. Um país onde se aceita este tipo de compadrio. Um país onde as pessoas aceitam as cunhas, toleram os tachos e fecham os olhos à corrupção se isso lhe trouxer o alcatrão até à porta de casa. Se merecemos estar no fundo do poço? Merecemos, pois fomos nós que o cavamos. Ao compactuar com situações como estas, ao dar a nossa quota de poder a pessoas com estes escrúpulos, estamos a ser fiadores da gestão questionável que praticam. E a factura, essa vem sempre ter-nos à mão...

(A acreditar nas sondagens, Braga irá ter um novo presidente, um homem resiliente que se candidata pela quarta vez e, que finalmente vai conseguir pôr fim a esta dinastia socialista. Infelizmente, para Guimarães o cenário não é tão promissor. A dinastia prolongar-se-à por mais uns anos, com grande prejuízo para a cidade, para o povo e acima de tudo para a democracia.)

2 comentários:

Gado Amarrado disse...

Mas tu estás a queixar-te de quê? Já viste bem os candidatos que tenho de aturar aqui no Porto? É que nem pelo Rui Moreira ponho as mãos no fogo. Ninguém faz ideia se o tipo é capaz de gerir uma coisa deste tamanho. Enfim...

Pulha Garcia disse...

Uma vergonha. Sempre que há falta de rotatividade já é um péssimo sinal. Boa sorte para Domingo.