quarta-feira, 13 de junho de 2012

Mulher solteira sofre....

Hoje recebi um telefonema da minha madrinha (a minha madrinha é uma portuguesa emigrada há mais de 50 anos no Brasil, portanto já mais brasileira que portuguesa) a dar-me as seguintes instruções:

1. Ir a uma igreja;
2. Roubar o menino ao Santo António;
3. Avisar o Santo que só devolveria o menino quando ele me arranjar um bom marido.

De nada serviu argumentar que eu não ando à procura de marido; que o procedimento me parecia um tanto ao quanto ilegal (não quero ser acusada de raptar o menino Jesus, Jesus por Jesus raptava o outro só para descobrir os seus segredos capilares que, confesso, intrigam-me deveras...); que não me parece certo fazer chantagem com o Santo e que não estou disposta a pagar uma baby-sitter para ficar com o menino enquanto dura o rapto, fui mesmo obrigada a dizer que sim, iria, pelo menos, tentar perpetrar o delito.

(Se estão a planear desviar um menino Jesus e incriminar-me fica desde já registado que hoje não passei a menos de 500m de nenhuma Igreja)

3 comentários:

Gija disse...

Eu já ouço isso á anos!!!!

Salvador disse...

Oh Mamíssima, mas para quê raptar o Jesus se tem o Pai da Criança, o Salvador, mesmo aqui à mão de semear? ))

Miss S disse...

Oh Salvador, achava que o pai da criança ainda era um enigma por decifrar...