domingo, 25 de março de 2012

Cada vez mais a comunicação social deste país me enoja...

   Ontem, estiveram em Fafe centenas de milhares de pessoas. Só no confurco estavam, seguramente mais de 100 mil pessoas. Viveram-se momentos indescritíveis. O povo gritou por Portugal, cantou o hino espontâneamente, sempre acompanhado pelo eco de uma serra, já não habituada a tamanhas enchentes. Só quem lá esteve consegue perceber a magia daquele ambiente. Centenas de milhares de pessoas gritavam em uníssono num clima de festa e puro convívio. O espectáculo de ontem foi muito mais que uma demonstração do WRC, foi a prova da resistência de um povo.  Ontem, aquela enchente restaurou a minha fé. Acreditei que vamos conseguir ultrapassar este momento duro que atravessamos. Não graças a manifes no Chiado, ou a constantes greves gerais mas sim, graças à resiliência de um povo magnifico.
Os pilotos do WRC, renderam-se à espectacularidade do troço mas, sobretudo, ao fenómeno que é o nosso povo. Petter Solberg ostentava uma bandeira de Portugal. Michéle Mouton, saiu por diversas vezes do carro para fazer uma vénia ao público.
A RTP estava lá, tem imagens fabulosas no entanto, optou por fazer apenas uma breve referência nas notícias de hoje. Ontem no Telejornal, sequer mencionou o acontecimento e optou por abrir o alinhamento com a notícia das cacetadas aos jornalistas na quinta feira!! Pois meus caros, eu própria gostaria de dar umas quantas cacetadas aos editores de informação dos nossos órgãos de comunicação social, autênticos lobistas em causa própria...

PS: Não podia deixar de mencionar a veia empreendedora do povo do Norte. Dezenas de milhares de pessoas passaram a noite junto ao troço para reservar lugar. Esta enchente foi vista como uma oportunidade de negócio por muitos. As roulottes de comida eram como cogumelos mas, o que não estava mesmo nada à espera de encontrar, no meio da serra, mesmo junto às ventoinhas eólicas, era uma discoteca, com direito a luzes e tudo.  E para entrar eram 7,5 euros!!!

2 comentários:

VdeAlmeida disse...

Bem, se lá passasse a noite, acordava morto:)

Miss S disse...

@ VdeAlmeida: Olhe que não seria o único! Muitos houve que acordaram mortos, pretos, ainda bêbados... Era despertar para todos os gostos...